theme by FUTURASUICIDA base by PTDPC

O Globo Mar poderia vim aqui no meu bairro explicar o fenômeno de tanta piranha fora d’água.




“Não precisava ser assim. Não precisava doer como dói. Eu não podia apenas sorrir quando me lembrasse de você?”
~ Caio Fernando de Abreu. (via epdemic)

“É que toda vez que alguém falava dela, eu sorria. Que droga, eu sorria. Sempre me achei tão forte, mais não fui forte o suficiente para esquecer ela. Logo eu que achava a vida tão colorida, pintei meu mundo de uma única cor para combinar com o dela. Que droga de amor, que eu tanto amo. Mais olha só, você mexeu comigo, me virou do avesso e agora não quero mais voltar ao meu outro lado.”
~ Anderson Babinski.  (via sepultos)

“Ninguém te diz como vai ser a sua vida aos, sei lá, vinte anos? As instruções que a gente recebe são de coisas que já se deve ter feito com uns anos desses. Eu por exemplo, sei de vinte coisas que todo o mundo que não fez, certamente vai fazer. Dos onze aos vinte a engrenagem que move a nossa vida chama-se “burrada”, quero dizer, antes dos vinte, tu quer distancia dos pais, sente ciúmes do carinha bonitinho da banda do momento, tu ama teu melhor amigo, encontra um professor com uma bunda gostosa e não tem coragem de apertar, tu mata aula, perde coisas, escreve cartas para amigos, chega em casa tarde, bebe até vomitar e acha que teus pais vão te matar, francamente? Ninguém conta que antes dos vinte os corações partidos vem dos amigos mais próximos, ninguém explica "ôh, meu filho, vê se tu decide logo algo pra estudar, por que todo o mundo precisa de uma carreira profissional hoje em dia", então pensando bem, antes dos vinte a gente realmente não tem juízo e se irrita com tudo, chora por corte no dedo, acha que vai morrer de saudade, odeia alguém com o mesmo nome que o nosso, assiste uma porrada de filmes seguidos sem enjoar e quer espaço pra viver sozinho. Mas antes dos vinte, antes de viver tudo isso, ninguém no mundo espera crescer e se tornar um adulto triste, ninguém espera ter crises existenciais no meio do banho, ou toma banho de chuva pra lavar a alma. Ninguém se imagina indo ao show de um desconhecido e gostando das músicas, cara ninguém pensa em nada! E é por isso que tudo muda, porque é antes dos vinte que começamos a fazer coleções das coisas estúpidas como amor, saudade, culpa, tesão, medo, sonho ou dor e depois dos vinte fica mais difícil ainda, doar essas coleções.”
~ Coisas para se fazer antes dos vinte - Ciceero M.   (via sepultos)

“Eu me escondi dentro de mim.”
~ O Diário de Anne Frank  (via epdemic)

“— Você é estranho.
— Desculpe.
— Não. Foi um elogio.”
~ Donnie Darko.   (via sou-inseguro)

“Eu sou a batida e ele a melodia, nossas notas musicais não combinam. Nunca vamos ser um casal que “dá certo”, sempre seremos diferentes - daqueles bem teimosos - que brigam quase sempre, fazem cenas de ciúmes, mas que não se largam por nada. “Esses dois tem tudo pra dar certo, mas só sabem fazer errado” é o que diziam.”
~ Ele é totalmente o Oposto de mim.  (via delator)

“Eu percebi que não adianta. De que nada do que eu faça vai te fazer ficar, então quer saber: te deixo livre! Quer ir, vá, siga em frente, e se no meio do caminho caso se arrependa, você sabe como voltar, e caso volte, e eu sei que vai, eu não garanto a você que encontrará do mesmo jeito tudo que deixou pra trás. Porque assim como você eu também vou seguir em frente, só que sem olhar pra trás.”
~ Distanciarei.  (via delator)

« 7 8 9 10 11 »